Soneto de Fidelidade

"De tudo ao meu amor serei atento. Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto. Que mesmo em face do maior encanto. Dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento. E em seu louvor hei de espalhar meu canto. E rir meu riso e derramar meu pranto. Ao seu pesar ou seu contentamento. E assim, quando mais tarde me procure. Quem sabe a morte, angústia de quem vive. Quem sabe a solidão, fim de quem ama. Eu possa me dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure".
Vinícius de Moraes.

Daisypath Vacation tickers

Daisypath Anniversary tickers

quinta-feira, 15 de março de 2012

O casamento turco

Olá meu povo,

Alguns dias depois que cheguei na Turquia, tive a honra de presenciar o casamento da prima do amor em Izmit. A festa foi realizada primeiro na cidade da família da noiva, Izmit, e uma semana depois também foi celebrado na cidade da família do noivo, só que nós não fomos. 


Tudo nesse casamento foi novidade pra mim. rsrsrsrs
Engraçado é que eu sou uma pessoa curiosa por natureza, mas nunca tinha dado aquela bisbilhotada no google pra saber como era a celebração de um casamento na Turquia.
Bem, fomos pra Izmit na quinta-feira pois nesse dia foi realizada uma espécie de festa feminina. No blog da Luciane Köslü ela explica direitinho o que significa a  festa da henna que em turco recebe o nome de kına gecesi.
O que eu sei é que nessa festa a noiva celebra o final de sua solteirice dançando muito juntamente com sua mãe, tias, primas e amigas (só pode participar mulher). E ao final uma das moças, de preferência uma solteira, passa a henna na palma da mão da noiva. Depois disso sua sogra coloca uma moeda dourada em sua mão, que deve permanecer fechada por alguns minutos. Como a sogra de Ceida não havia chegado ainda quando da celebração da festa da henna, a anne (tia da noiva) que colocou a tal moeda. 
Mesmo lavando a mão a henna não sai tão facilmente, permanecendo durante alguns dias após a festa. Desse modo, ao verem a mancha na mão da noiva as pessoas percebem tratar-se de uma moça recém casada. (acho que essa é a intenção né?!)... coisas da tradição turca... 
Infelizmente eu não participei dessa festa. Eu tinha acabado de chegar e estava me sentindo um completo peixe fora dágua, além do que, até então não tinha ideia do significado por trás da noite da henna, só sabia que o namorado não podia participar. 
Fomos até a casa onde estava sendo celebrada a festa para levar a anne. A noivinha toda vestida com aquela roupa vermelha típica da kına gecesi veio até a porta me conhecer e eu (boba) não quis ficar pra participar porque não compreendia uma palavra se quer em turco. Além do que, lembro que nesse dia tive uma crise alérgica (pela primeira vez na vida) e não conseguia parar de  espirrar. Ao invés de ficar na festa fomos rodar a cidade em busca de uma farmácia pra comprar alguma milagre capaz de fazer parar aquele trêlêlê. 
Mais tarde, quando a noiva, sua mãe e a minha sogra (a anne) voltaram pra casa, elas estavam muito felizes e não paravam de comentar como a noite havia sido divertida. Enfim... perdi  a oportunidade e hoje me arrependo muito muito mesmo :(
Sexta-feira chegou em uma mini van o noivo e mais uns 18 familiares (pai, mãe, irmãs, irmãos, primos etc.). vindos de uma cidade que fica na fronteira entre a Turquia e o Iraque (lugar perigoso de se morar).
O grande dia - Sábado, 17 de setembro de 2011, às 13hs todos se encontraram na casa do tio do Akdeniz (pai da noiva).Se eu entendi bem, faz parte da tradição turca o noivo ir na casa da noiva buscá-la para a festa de casamento. Nessa hora o noivo não entra em casa. 
Como manda a tradição, o noivo parou na porta juntamente com seu pai e irmãos e só as mulheres da família do noivo entraram na casa e trouxeram a noiva.

Da porta ela seguiu com seu irmão

Os noivos foram juntos num carro todo enfeitado para o salão de festas

Nosso carro e mais uns 6 foram atrás escoltando, bagunçando buzinando. No percurso até a festa crianças corriam atrás do carro dos noivos pedindo dinheiro pra deixa-los passar e, de fato, eles só deixavam passar depois de receber algum trocado.
Na chegada ao Salão, os noivos tiveram uma recepção calorosa com aplausos dos convidados.

Com direito a fogos indoor e bolhas de sabão...


Dançaram música turca romântica
Alimentaram um ao outro

Dançaram mais um pouco...


e os pais da noiva também

Os convidados formaram uma fila para cumprimentar os noivos e presenteá-los com ouro 

Ao final os convidados foram presenteados com fotos (reveladas) 

Meu Amor, anne e baba

Minha vez... com a anne e baba

Todo mundo... menos a Micaela que estava tirando a foto

Dá um tchauzinho pra mim noivinha mais linda...
 (obs: ainda tinha marca da henna na mão)

Como vocês puderam perceber, esse casamento foi bem diferente daqueles que estamos acostumados a  ver no Brasil. Além de não ter tido ornamentação com flores de verdade, que encarecem e muito os custos, não houve serviço de buffet também. Para comer foi servido um pedaço de bolo e para beber um copo de refrigerante, sem direito a repeteco. Mas o mais importante foi feito. Os noivos selaram sua união diante de seus familiares e amigos. Dançaram e se divertiram bastante. E é isso o que importa. Acho que na Turquia ninguém deixa de fazer uma festa de casamento por falta de dinheiro. Se vira com o que tem. E eles se divertem do mesmo jeito.

Bom pessoal, como vocês já devem ter percebido, eu gosto de dividir minhas experiências com vocês. Esse casamento do post de hoje foi o casamento da prima do meu amor que eu fui quando estive lá.  Mas é bom frisar que nem todos os casamentos são assim. Existem outros tipos de casamento turco também. Bem luxuosos e com comida farta. Assim que tiver a oportunidade de ir em outro casamento postarei pra vocês também ;)

Espero que tenham gostado do post... escrevi com muito carinho :)

Beijos Beijos... 

7 comentários:

Kátia Malgueiro Karaman disse...

Finalmente fotos de casamento turco na "integra" !!!

Adorei e vc disse tudo... existem outros tipos de casamentos turcos! Eu vi as fotos do casamento do meu cunhado e tem mais coisas seguindo a tradiçao ! A festa da hena foi bem diferente e houve uma hora em que a noiva veste um veu vermelho no dia do casamento! A festa foi na casa da noiva e houve inclusive um sacrificio de um animal!

Beijos

Elis Baki disse...

Que legal a festa, achei muito bonito terem feito uma festa mesmo sem jantarada e altos gastos, estamos acostumadas com os casamentos do Brasil cheios de comes e bebes e decorações caríssimas...
Se eu fosse me casar agora, tbm teria que ser assim, aliás nem dinheiro para um vestido de noiva eu tenho... hehehehehe
Aliás, tenho uma curiosidade, vc sabe se na Turquia existe aluguel de vestidos e ternos como temos no Brasil? Aqui em Portugal não tem, tanto ois noivos como os convidados tem que comprar a roupa, um custo bem maior....

Obrigada por partilhar conosco...
Bijuuuu

Micaela disse...

Kátia, que bom que você gostou :)
é bem verdade que o céu é o limite para a quantidade de diferentes tradições. Acho que varia de região para região e do grau de radicalismo religioso também... enfim... acho que estaremos sempre aptas a nos surpreender em eventos desse tipo...
Beijossss!!!
Elis Baki, pois é menina, também acho bem legal celebrar a união ainda que a festa não seja tão cheia de luxos. Afinal de contas é esse o objetivo do casamento - selar a União. No Brasil os que a gente mais vê fazendo festa de casamento são aqueles que realmente se dispõe a gastar MUITO... (salvo algumas exceções)
Tenho uma boa notícia pra vc, a prima do meu namorado alugou o vestido e o noivo dela alugou o terno também - respondendo a sua pergunta existe sim a possibilidade de alugar vestidos e ternos na Turquia.
Eu que agradeço a sua visita ;)
Bijuuuu!!!

Anônimo disse...

Claro q eu adorei! Completinho com fotos e tudo... É... Eles têm uma grande alegria em celebrar casamentos, aliás são bem festeiros, não acha?! Gostam de música e dança, e fazem eles mto bem!!
Ah, aproveito pra te agradecer a dica anterior do hotel. Você é um doce!
Bjos!
Belatrix

Micaela disse...

Ah que gracinha Belatrixxxx :) com certeza... eita povo festeiro! eu tinha gravado alguns vídeos durante o casamento com as danças típicas na medida em que o pessoal ia dançando só que (a tonta aqui) apagou sem querer...
Você que éééé!!
beijosss!!!

avesso do avesso disse...

Muito bacana. Tive a oportunidade de assistir a um casamento turco no ano passado, achei linda a comemoração, as danças com lenços e os instrumentos. Foi inesquecível. A Turquia é o país mais mágico e lindo que já visitei. Tenho certeza de que você será muito feliz! Beijos e muitas alegrias

Anônimo disse...

Essas histórias de casamentos turcos algumas tem finais felizes
outras porem
temos uma amiga que foi prejudicada por um bandido turco
com falsas promessas de casamento
tudo nao passava de farsa em consonancia com a familia dele
o mesmo tem varias paginas na internet e seu alvo é brasileiras
http://www.facebook.com/emrah.hamarat.167?fref=ts

ajudem a divulgar a pagina desse bandido